Blog de acompanhamento ao projecto de 3º ano de NTC, no ano lectivo de 2010/2011.
05
Abr 11

Para iniciar o processo de selecção de um novo nome para o projecto, o grupo começou por olhar para o que já existe. Foram recolhidos os nomes de vários produtos/serviços concorrentes ou, pelo menos, semelhantes, como:

  • Deviantart
  • Flickr
  • Tumblr
  • Raven
  • Sumo Paint
  • CloudCanvas
  • Imagespark
  • Inkscape
  • Corel Draw
  • Illustrator
  • svg-edit
  • sketchbook



De entre eles, é o CloudCanvas que tem o nome mais relacionado com os conceitos fundamentais do projecto: a ferramenta de edição vectorial incorporada com a componente comunitária, num ambiente de competição amigável mas principalmente de colaboração e entreajuda.

Assim, como ponto de partida para a definição de um novo nome, esse nome foi decomposto nos seus dois elementos fundamentais, Cloud e Canvas, que serviram de ponto de partida para o brainstorming de ideias.

Após algumas fases de brainstorming, com sucessiva escolha de nomes e iteração sobre os mesmos, o grupo chegou a alguns nomes possíveis:

1. Draw it!
Este nome vale, não só pela simplicidade e poder descritivo, como pela modularidade que possibilidade, abrindo a porta a possíveis expansões futuras ao serviço, dada a facilidade com que se pode substituir a primeira palavra por qualquer outro verbo.
Contudo, o nome só faz referência a parte da identidade do site. Mais, já existem dois projectos (Story Telling
e Serious Game) a, pelo menos, considerar nomes semelhantes -- Touch It e Know It, respectivamente, pelo que preferimos optar por algo mais original.

2. Canvas 2.0
Apesar de soar algo genérico, este nome envolve na perfeição os conceitos atrás referidos, com o “Canvas” a representar a possibilidade de criação de imagens e o “2.0” a remeter para a comunidade e a comunicação.

3. Canvanize!
Este nome pretende fazer o trocadilho entre a expressão “galvanize”, neste caso com o sentido de algo energético ou energizado, e canvas, sugerindo um serviço dinâmico.

4. Tabula Rasa
Por último, um nome algo mais “conceptual”. O conceito de tabula rasa vem do filósofo John Locke e é a teoria segundo a qual todo o conhecimento humano é adquirido. Sendo assim, o ser humano recém-nascido é uma tábua rasa ou um quadro vazio, a ser “preenchido” pela experiência humana. Da mesma forma, o projecto pretende criar uma comunidade inicialmente “vazia”, pronta a ser preenchida com o resultado da criatividade colectiva dos seus utilizadores.

Qualquer uma das hipóteses (fora a primeira, por razões já referidas) é, por enquanto, válida, sendo a próxima aula e reunião com os orientadores fundamentais com os  para escolher de entre um deles ou, se necessário, realizar novas sessões de brainstorming.


Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
28
29
30


arquivos
pesquisar blog
 
blogs SAPO