Blog de acompanhamento ao projecto de 3º ano de NTC, no ano lectivo de 2010/2011.
18
Mar 11

 

"Em todas as épocas da história a hora que se apresentou actual foi de indecisão e de escolha; em todas elas, para que alguma obra surgisse, foi necessário um projecto; o projecto parte do presente, só pode existir mesmo no presente, mas é uma condição de futuro; simplesmente, para que ele se realize, para que depois nele se baseiem outras organizações de ideias, é necessário um acto de vontade."

Agostinho da Silva

 

No fim de todo o processo imaginativo, chega altura de pôr mãos à obra. As ideias não faltam (felizmente não surgiram até à data problemas de tal ordem), assim como a vontade comum em erguer um projecto pioneiro. É nesta fase que tomamos consciência dos nossos conhecimentos actuais e dos conhecimentos que necessitamos de adquirir (e qual a sua viabilidade).


Apresentamos então o nosso trabalho das duas últimas semanas, concentrado em dois aspectos fundamentais: Os Requisitos Funcionais, e a Viabilidade Técnica.

 

 

Requisitos Funcionais

 

 

 

Tabela_Requisitos

(carregar na imagem para aceder ao documento)

 

 Na área dos requisitos funcionais, dividimos a tabela em três áreas de colunas: os Requisitos propriamente ditos, os Perfis de utilizador e Prioridade/Importância, atribuída aos vários requisitos de acordo com a perspectivas das várias personas, representativas do público-alvo.


Na coluna dos Requisitos, listámos as funcionalidades desejadas no produto final. Estes foram divididos em front e back-end, e posteriormente agrupados em conjuntos semelhantes de funcionalidade.


No front-end:

  • Requisitos relativos aos ficheiros: todas as operações que envolvem a utilização da ferramenta de desenho vectorial. Inclui funções como a edição, o upload, o download, etc.

  • Requisitos relativos à interacção: operações direccionadas para a componente social da comunidade; funções de interacção entre os diversos utilizadores.

  • Requisitos pessoais: operações fundamentais para a interacção do utilizador com o site. Inclui todas as funções de criação de conta, alteração de perfil, login, logout, etc.

  • Requisitos relativos à ajuda: operações com vista à diminuição da dificuldade na utilização do site.

  • Requisitos relativos à pesquisa: operações de pesquisa por parte do utilizador. Visa a localização de ficheiros, pessoas, etc.


No back-end:

Incluímos as operações de melhoria do funcionamento do site (como edição geral, mensagens globais, etc) assim como as de desenvolvimento da comunidade (atribuir recompensas, iniciar competições).

 

Exercício de Análise:


Após a criação de uma primeira versão da listagem dos requisitos funcionais, o grupo deparou-se com o desafio de como filtrar a informação aí recolhida. A solução passou pela criação de arquétipos de utilizadores: personas baseadas nos vários tipos de utilizadores criados anteriormente e representantes do público-alvo. Através dessas personas, foi-nos possível obter novas perspectivas sobre o projecto e lançar um novo olhar sobre os requisitos do mesmo.

Encarnando então cada uma dessas personas, para cada requisito representado na tabela foi atribuída uma pontuação. No final, foi feita uma média que nos permitiu organizar por nível de relevância para o público-alvo os requisitos. Com essa informação, torna-se então possível saber onde concentrar inicialmente os esforços para atrair e manter o público-alvo, tal como também identificar as ferramentas de menor interesse para as melhorar.

 

 

(carregar na imagem para visualizar)

 

 

Para realizar o exercício foram criadas no total 5 personas: O artista experiente, o artista novato, o critico, o moderador e o administrador. Para cada um também foi criado um mapa conceptual de interesses, baseado na listagem de requisitos e em um mapa conceptual desenvolvido para a aplicação.

  


O Artista Experiente

  

 

Esta persona representa um utilizador tipicamente numa faixa etária mais alta, com idades compreendidas entre os 25 e os 40 anos. Este utilizador já acabou os seus estudos, frequentando então a aplicação como forma de melhorar as suas habilidades de trabalho e de expor o seu portefólio, ou então como um hobby, exprimindo-se criativamente e aconselhando utilizadores menos experientes. Está também interessado em participar em competições, pelas razões acima descritas.

 

 

O Artista Novato

 

O artista novato está numa faixa etária mais extensa mas maioritariamente jovem, entre os 14 e os 30 anos. Ainda não concluiu os seus estudos, pelo que é um estudante (na maioria ligado às artes) ou um entusiasta cultivando um hobby. Esta persona ainda teve um contacto muito limitado com desenho vectorial, que resulta em pouca experiência. Assim, irá valorizar as discussões, documentos de ajuda, tutoriais e a ferramenta online gratuita (considerando que muitos não terão um programa dedicado ao seu dispor).


O Crítico

 

 

Estando em uma faixa etária mais alargada, este tipo de utilizador é tipicamente mais velho, já com alguma experiência mas mais consumidor de conteúdos do que produtor. Demonstra então mais interesse pela comunidade em volta da aplicação e as ferramentas de discussão, comentários e busca. Frequentemente cria criticas às criações de outros utilizadores e produz recursos e tutoriais para o uso de outros.



O Moderador

  

Este utilizador faz parte de um grupo reduzido, com uma idade mais madura, bom senso e paciência. Tem uma idade algures acima dos 28 anos e foi parte da comunidade desde cedo ou então contratado pelo administrador/dono da aplicação. O seu foco é assegurar a qualidade da aplicação ao invés de produzir conteúdos. O moderador vai então, de forma mais neutra possível, regular os comentários e submissões dos outros utilizadores, removendo tudo o que seja ofensivo e mantendo a ordem.

 

 

O Administrador

  

Um grupo ainda mais reduzido que o dos moderadores, a preocupação destes utilizadores centra-se quase exclusivamente em assegurar o bom funcionamento da aplicação. Vão geralmente ser mais velhos, com os seus estudos concluídos e integrados no mercado de trabalho. Ocasionalmente farão uso das ferramentas mais sociais, mas em geral deixarão isso ao cargo dos moderadores. 

 

Estando criadas as personas e atribuídas as pontuações de cada uma aos requisitos, foi criada uma média para averiguar quais os requisitos mais importantes. Essa média, no entanto, era pouco realista, visto cada perfil ter um peso igual quando na realidade,  a distribuição estatística dos membros da comunidade entre os vários perfis não ser equitativa (o conjunto de moderadores e administradores irá constituir uma percentagem muito reduzida da comunidade, por exemplo). Para colmatar essa discrepância, atribuíram-se diferentes pesos a cada uma das personas, ficando por escala de importância, na seguinte ordem:

  1. Artista Novato

  2. Artista Experiente

  3. Critico

  4. Moderador

  5. Administrador.


Foi dada importância nesta ordem, visto o nosso público-alvo ser principalmente composto de estudantes e entusiastas de desenho vectorial. De forma a cativá-lo, é essencial então dar mais atenção às funcionalidades que ele considera mais importantes. A seguir vem o Artista Experiente, reflectindo também a componente de ensino da comunidade. Visto já ter experiência, dar relevância aos requisitos que considera importante ajuda a que o público-alvo tenha as ferramentas que precisa para aprender mais. O Crítico, sendo principalmente consumidor, irá participar mais na componente de interacção do , ajudando então a hierarquizar essa secção dos requisitos de forma a torná-la mais útil. Por fim, o Moderador e o Administrador, que sendo mais preocupados com o bom funcionamento da aplicação, têm o menor peso nos requisitos presentes no front-end. No entanto, a ordem da lista torna-se inversa na secção de back-end, sendo então mais importantes as opiniões do Moderador e do Administrador do que a do público-alvo.


A funcionalidades mais importantes, por categoria, após a contagem, são:

  • Ficheiros:

    • Acesso ao histórico do documento vectorial;

    • Download de ficheiros (PNG/SVG);

    •  
  • Interacção:

    • Ver resultados de competições;

    • Criar comentários;

    • Criar discussões;

    • Promover Discussões/Ficheiros (karma/reputação);

    • Aceitar/Recusar Pedidos Amizade;

    • Seguir actividade de outros utilizadores;

    • Bloquear utilizadores;

  • Pessoal:

    • Registo;

    • Login/Logout;

    • Fechar conta;

    • Recuperar password;

    • Editar perfil;

    • Remover Utilizador da Lista de Amigos;

    • Ver perfis;

    • Ver notícias;

    • Ver galerias;

    • Ver documentos vectoriais;

    • Enviar/Responder/Ver Mensagens Privadas;

  • Ajuda:

    • Documentação;

    • Envio de sugestões;

    • Envio de recomendações;

  • Back End:

    • Editar notícias;

    • Enviar mensagens globais;

    • Criar notícias;

Estando feita a média, foi então possível ver que a secção de interacção e pessoal se relevaram as mais importantes, estando o público-alvo potencialmente mais interessado nos aspectos comunitários, do que na ferramenta de desenho em si, apesar de esta também deter bastante importância. Tendo por fim estes resultados, verifica-se então que a área mais essencial para o sucesso da aplicação - e potencialmente a mais complexa - é a conjugação da ferramenta de desenho com a comunidade, coincidindo então com o aspecto mais fundamental e diferenciador deste projecto. Tendo isso em consideração, o trabalho prático vai começar pela parte mais importante e complexa, de assegurar o bom funcionamento dessa simbiose entre ferramenta e comunidade. 

 


Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
16
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
30


arquivos
pesquisar blog
 
blogs SAPO